8.6.16

de passagem





fotos de meiomaio


As montanhas. Nunca tive uma relação muito fácil com elas.
Sim, têm o seu fascínio. São bonitas, imponentes, sente-se ali a natureza em estado bruto. Fazem-nos sentir pequenos. Talvez a mim, demasiado. Há algo ali que me prende. (ou, se calhar, sou só uma pessoa do mar. e dos horizontes.)
Então, talvez por isso, nunca as encaro por muito tempo. Sempre de passagem, no máximo só alguns dias. Tal como os imponentes Alpes, que foram passados numa tarde, assim quase de fugida.

Alpes, entre Grenoble e Torino, França e Itália

8 comentários:

  1. Também sou uma pessoa mais do mar do que das montanhas :) mas há que admitir que a sua imponência impressiona e resulta em fotos fantásticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mesmo de passagem são sempre tão fotogénicas ;)

      Eliminar
  2. As tuas imagens estão lindas, Ana. Mas percebo-te bem, eu sou tal e qual. Sou também mais de mar e de outros horizontes. E de sol! Muitas vezes os Alpes tapam o sol e ele faz-me tanta falta.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, acho que a nós, às pessoas do mar, essa coisa dos horizontes, daquela linha a perder de vista, é mesmo essencial. É um respirar. Um alívio.
      Um beijinho e obrigada pela visita, Cláudia. :) *

      Eliminar
  3. Eu sou decididamente dos bosques, da montanha e dos verdes. Tão boas, estas imagens!
    Abraço redondo, ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Obrigada Margarida!!
      Um abraço grande **

      Eliminar