27.11.16

volver

Foi um caos chegar ali, onde partia o barco. Tudo era um caos de estradas (que pareciam não levar a lado nenhum), de sinais, de caminhos. Tudo em obras, ou então estranhamente abandonado. Naquele momento ainda não sabia que era a metáfora perfeita de como estaria a minha mente depois de chegar. Ainda estava ali, ainda não o conseguia assimilar, nem pensar em nada. Ali ainda só podia viver aquele caos de estradas. E o céu negro, tão negro. E o sol, que de repente apareceu com uma luz laranja-forte para nos dar a sua última despedida daqueles lados do Mediterrâneo. E mais que isso. Um arco-íris sobre nós. Um arco-íris sobre todo aquele caos inóspito, abandonado, quase desolador. Não, não era por acaso.








.


Depois o barco. A noite. O porto. Toda aquela imponência e frieza industrial dos portos. Tanto aço, tão duro, tão frio. E a ferrugem. (porque tem tudo isto ao mesmo tempo algo de encantador?)
Vinte horas ali, sobre o mar. Dormir no chão ao ritmo da trepidação do motor. E acordar naturalmente de madrugada com o pensamento “tenho de ir ver o nascer-do-sol”. Subir até à ponta mais alta do barco e vê-lo dali, com aquele ar frio e húmido na cara (há momentos em que estamos tão conectados).
Todo o dia. Mar a toda a volta.









.


Já quando tudo se pintava de azul, ao longe começava a aparecer, como uma miragem, como um sonho, tão etérea: Barcelona. E pouco a pouco a miragem foi-se tornando mais real. Os perfis (tão familiares) que delineiam aquela cidade foram-se tornando mais definidos. E foi como lentamente acordar de um sonho. Um sonho de uma viagem de seis meses, numa carrinha, por todo o sul da Europa, até à Grécia.





fotos de meiomaio


.
Em busca de beleza.

entre Livorno e Barcelona, pelas águas do Mediterrânio

6 comentários:

  1. ah quase no fim, estou a adorar esta viagem...

    ResponderEliminar
  2. Que lindo cuando uno vuelve de un viaje y lo recibe el amanecer, el comienzo de un nuevo dia, de una nueva vida! Hermosas las fotos, hermosas palabras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sí, y sé que tu lo sabes también ;)
      Gracias bonito ♥

      Eliminar
  3. Consegues sempre fazer-nos sonhar com viagens, com outras paragens.
    Com nascer do sol e sorrisos no mar.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ♥ :)
      um beijinho grande querida Inês *

      Eliminar