19.9.20

os azulejos aqui são uns passarinhos azuis celeste








fotos de meiomaio

 

"Os azulejos aqui são uns passarinhos azuis celeste.

As pêras e as maçãs são as mangas e as bananas e o trigo é o milho e o plátano verde.
O bom tempo aqui chama-se ao clima mais fresco e o verão e o inverno são noções que variam de região para região.
Aqui a maioria da população vive longe do mar, a maioria estão nas montanhas do interior. E a grande parte da costa não se pode chegar.
Aqui as distâncias não se conseguem ver no mapa, dependem muito mais da dificuldade para passar as montanhas que as separam, ou as selvas, ou os rios.
As gaivotas que aí estão presentes nos céus, aqui são águias e abutres que planam em círculos por entre as montanhas.
O sol aqui nasce sempre às 6h e põe-se sempre às 18h, todo o ano.
Aqui a noção de país é algo muito mais variante, com realidades tão diferentes dependendo da região, cidade, aldeia.
Aqui a imensidão de natureza sem fim é equivalente ao sem fim de estradas e povoações que recortam a paisagem daí.
Aqui a marca do ser humano ainda não chegou a todo o lado, ainda não invadiu todo o território.
Aqui existe o conceito de selva primária, ou bosque primário.
Aqui a polícia que patrulha as ruas são militares com armas de guerra.
Aqui não posso ir a todo o lado, muito do território é inalcançável, ou pelo selvagem da natureza ou pelo lado mais selvagem do ser humano.
Aqui os sumos, os gelados são de fruta de verdade e ainda se faz iogurte e doce de leite com leite puro, sem pasteurizar.
E ao mesmo tempo aqui as cadeias de fast food ainda provocam fascínio.
As plantas que aí só se vêm em vasos, aqui crescem frondosas à beira das estradas, dos caminhos, por todos os lados.

E há passarinhos de todas as cores."

Jardín, Colombia

Sem comentários:

Publicar um comentário